Pleurotus

Os cogumelos do gênero Pleurotus, além de possuírem um alto teor de proteínas (em torno de 30%), tem bastante quitina (que deaceltilada se transforma em quitosana), fibras importantes para a nutrição humana e animal. Também tem sido bastante reportados como alimentos com atividade médica em muitas terapias e estas citações reportam as atividades: antitumoural, antiviral, indução de atividade imunológica, e apresentam atividades: antioxidante (Yang, Lin e Mau, 2002) antimicrobiana, antimitogênica e antiproliferativa (Ngai and Ng, 2004).
Referências
NGAI, P.H.K. and NG, T.B. A ribonuclease with antimicrobial, antimitogenic and antiproliferative activities from the edible mushroom Pleurotus sajor-caju. Peptides v. 25, p. 11–17, 2004.
YANG, J.-H.; LIN, H.-C.; MAU, J.-L. Antioxidant properties of several commercial mushrooms. Food Chemistry v. 77, p. 229–235, 2002.

Cogumelos são ecológicos

Quer economizar água? Consuma Cogumelos
Para se produzir 1Kg de carne de gado consomem-se aproximadamente 15.000L de água;
Para se produzir 1kg de verduras e legumes, conseme-se aproximadamente 1.000L de água;
Para se produzir 1kg de cogumelos Pleurotus pela técnica Jun-Cao*, são necessários aproximadamente 30L de água**.

Além do mais é bastante saudável pois os cogumelos são ricos em proteínas (aproximadamente 30%), ricos em fibras e ricos em compostos fenólicos, carboidratos e aminoácidos.

Portanto é mais saudável e ecológico consumirmos cogumelos do que carne vermelha e legumes.

___________

(*) Para o processo desenvolvido na UNOESC utilizando bagaços de uva ou maçã que já são resíduos agroindustriais da região. Portanto pode-se dizer que se trata de uma tecnologia limpa.

(**)O consumo total de água engloba toda a cadeia produtiva de cada produto, inclusive o consumo de água para a geração de energia elétrica. São cálculos bastante subjetivos, mas são estimativas reais e plausíveis. O importante é a comparação entre os três produtos.
Os cálculos de consumo de água para a obtenção de energia elétrica se baseiam na matriz energética brasileira e consideraram os gastos de energia elétrica de uma hidrelétrica com 15m de queda através da equação teórica de força:
F = Q * N * e * 9.81
Onde:
F: força de um gerador (em kilowatts)
Q: fluxo (em m³/seg)
N: Nascente (em m)
e: eficiência de uma usina considerando perdas (em pontos decimais de 85% de nível de eficiência é calculado como 0.85)
9.81: valor constante (em kilowatts) para a conversão do fluxo e da nascente em kilowatts.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: